E se a gente fosse passar o Natal em Nova York?

Nosso Natal tradicionalmente é passado em família. Imaginar aquela bagunça de gente anônima, ou dificuldade para conseguir restaurante ou passeios, não combina com nosso estilo de viajar. Quanto menos gente, melhor.

Natal, Nova York e poucas pessoas são palavras que não podem ser combinadas na mesma frase. Pelo que já pesquisamos, dezembro é o mês mais cheio da cidade.

Viajar é flexibilizar muitas coisas, mas perder o conforto parece demais para nós. Mas por que não aproveitar o clima natalino da cidade e chegar um pouco antes? Muitas das atrações têm sua estreia no final de novembro e, em alguns casos, preços mais em conta nos dias de semana (economia que compensa pouco comparativamente aos preços das diárias do hotéis na cidade) e nos dias mais distantes do Natal.

As dicas também valem para quem vai aproveitar a Black Friday e a Cyber Monday nos Estados Unidos, já que muitas das atrações abrem a partir do mês de outubro ou na metade de novembro.

Bom, e o que fazer em Nova York no final do ano?

Árvore de Natal e pista de patinação no gelo do Rockefeller Center

Pra ver a árvore de Natal não se paga nada – afinal, ela é gigantesca, e é possível enxergá-la de longe. Agora, para ter a experiência completa e patinar sob a árvore há a cobrança de entrada, e como tudo nos Estados Unidos, vem acompanhado de uma série de opcionais: patinação vip, primeira patinação, com café da manhã, com Papai Noel, sem fila, e para os apaixonados, é possível até fazer o pedido de casamento.

marc-ruaix-234541.jpg

Fotografia de Marc Ruaix via Unsplash

Pistas de patinação no gelo

Aqui tem para todos os gostos e bolsos. Além da já citada acima no Rockefeller Center, há diversas pistas espalhadas pela cidade. Seguem algumas das mais famosas:

Única pista gratuita da cidade, e portanto uma das mais cheias. Mas não se engane, apenas a entrada é livre: a locação de equipamentos pode sair bem cara comparativamente a outras pistas de patinação na cidade.

Localizada mais ao sul de Manhattan, dá para patinar cercado de prédios comerciais e do rio Hudson. É possível agendar aulas com instrutores e organizar festas de aniversário. Uma das maiores pistas da cidade, com capacidade para 250 patinadores!

Bom, para quem curte patinar no gelo, não deve haver programa mais clássico do que fazer isso em pleno Central Park, né? Entrada pela 59th, fica próximo ao zoológico e possui locação de equipamentos com entrada paga.

Aqui são oferecidas até aulas de hockey. Dá para locar equipamentos, fazer um lanche no restaurante do local e organizar festas de aniversário. Sempre verifique no site o horário e calendário disponível para cada atividade.

Para mais detalhes e mais pistas de patinação, recomendo a leitura destes sites com as 10 melhores pistas de patinação e 9 pistas de patinação para se visitar em NYC com crianças.

Balé Quebra-Nozes – George Balanchine’s The Nutcracker

O mais famoso deles é encenado pela companhia da cidade: New York City Ballet. A temporada de 2017 vai de 24 de novembro a 31 de dezembro, com a venda de ingressos se iniciando em 24 de setembro. Para saber mais detalhes, vale a pena conferir o site com informações. E dar uma olhada no teaser de 2016 e ver que vale muito a pena assistir ao balé. Nova York ganha outra cara depois desse espetáculo! E é bom se apressar, para alguns finais de semana restam poucos ingressos.

Show natalino: Rockettes

Considerado um símbolo americano, as Rockettes fazem duas temporadas de shows de dança por ano: o Christmas Spetacular e o New York Spetacular, ambos no Radio City Music Hall. Imperdível para crianças e adultos!

Broadway

Aqui tem para todos os gostos: dos grandes musicais às peças de teatro, com atores famosos ou não, de produções premiadas pela crítica a grandes sucessos de público. Dependendo do sucesso da peça, ela pode ficar em cartaz por muitos anos, e sempre vale a pena dar uma lida na crítica e na sinopse para ver se vai ser do seu gosto ou não. Eu mesma gosto de diversão, música e magia. Escolheria grandes produções como Aladdin ou Miss Saigon mesmo… hehehe. Acho que não teria erro mesmo para quem não domina a língua. Abaixo um trecho da peça Aladdin, que atualmente está em cartaz na Broadway.

Uma peça que vem fazendo muito barulho em 2017 é Hamilton, uma encenação da história americana contada de forma “criativa e como nunca antes vista pelo público”. Diz a lenda que Barack Obama gostou tanto que já foi assisti-la duas vezes. Aí você lê a sinopse, vê hip-hop e já começa a desconfiar…. Será que eu, brasileira, realmente gostaria de assistir a esta peça? Em agosto comecei a pesquisar as peças de teatro que poderíamos assistir: Hamilton tinha ingressos disponíveis a partir de US$ 800, pois todos os ingressos mais baratos já tinham sido vendidos! O site ainda anunciava que estavam estudando a possibilidade de disponibilizar novas datas e avisariam o público assim que possível. E aí? Você encara?

Mas aqui, vale a mesma dica para qualquer viagem: se você quer muito algo, não deixe para depois. Acesse o site da Broadway para escolher sua peça e adquirir antecipadamente seu ingresso. Também tem o aplicativo do site, que facilita bastante a vida na hora de buscar a sua peça. Mas, antes de sair comprando seus ingressos, leia sobre a Audience Rewards e TKTS.

Audience Rewards

É um programa de fidelidade para espetáculos que acontecem em Nova York. Ele engloba ingressos adquiridos para espetáculos da Broadway, off-Broadway, Metropolitan Opera e shows do Lincoln Center. Você se cadastra gratuitamente no site e recebe um número de associado. Toda vez que realizar compras e o espetáculo estiver associado ao programa, será pedido seu “member number”. Para mais detalhes, acesse o site da Audience Rewards.

Vantagem: os pontos acumulados podem ser trocados por outros ingressos ou descontos, experiências e até serem usados em leilões exclusivos.

Desvantagem: os pontos são creditados apenas depois de você assistir ao espetáculo (em até 12 dias) e perdem a validade depois de um determinado período de tempo. Portanto, é possível que você não consiga usá-los durante a mesma viagem, mas fique atento: você pode trocar estes pontos por ingressos para outras pessoas.

Dica: Faça seu cadastro antes de começar a comprar os ingressos.

TKTS

São 4 cabines que vendem ingressos mais baratos para shows da Broadway e off-Broadway para o mesmo dia e para a matinê do dia seguinte. Os descontos podem chegar a até 50%. Alguns ingressos são vendidos apenas nos guichês de “peças de teatro” (“Play Express” window) e as filas costumam ser mais rápidas; portanto, atenção ao ingresso e à fila que você deseja. Aceitam cartões de crédito e dinheiro. Para mais detalhes, acessem o site da TKTS.

Vantagem: um programa de última hora com um bom preço.

Desvantagem: fila para adquirir o ingresso e espetáculos limitados.

Dica: Baixe o aplicativo da TKTS para verificar quais as peças disponíveis e para qual cabine da cidade você deve se dirigir.

Metropolitan Opera

Para os apreciadores de ópera, este é um dos melhores lugares para se estar. Considerada uma das melhores do mundo, é a maior organização de música clássica da América do Norte. Hoje está localizada no Lincoln Center (Upper West Side) e conta com 3800 lugares.  A temporada vai de setembro a maio, com diversas óperas disponíveis no período. Para dezembro de 2017 estão previstos Le nozze di Figaro, The Magic Flute, Norma, The Merry Widow e Hansel and Gretel.

Neste caso, compre ingressos assim que você tiver sua viagem definida. Afinal, Nova York não é para amadores: bons lugares esgotam rápido. E quando for visitar “The Met” não deixe de conferir os dois painéis de Marc Chagall logo na entrada, além dos lustres conhecidos como Sputniks (para quem pode, estes lustres são vendidos aqui).

metopera.jpg

Foto do site do Metropolitan Opera

Esses seriam os programas clássicos…

Está prevista para outubro de 2017 a abertura da National Geographic Encounter: Ocean Odyssey. Localizada no antigo espaço Discovery, próximo à Times Square, a exposição promete ser uma experiência única de imersão pelo Oceano Pacífico. Os ingressos estão com previsão de venda de US$ 40 mais impostos, e o tempo estimado para visitar a atração é de cerca de 1h30min.

Outra novidade, já meio batida para quem é ativo nas redes sociais, é o primeiro painel 3D do mundo, instalado em plena Times Square pela Coca-Cola.

Ainda há as feiras de Natal e mercados sazonais que abrem nesta época do ano, trazendo ainda mais beleza para a cidade. Vamos falar deles no próximo post!

Foto de capa do post por Pedro Lastra via Unsplash

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: