Roteiro de viagem detalhado por Zagreb – Croácia: 1 dia

 

Para quem perdeu, no post “Zagreb: a capital mais limpa que você já viu!” mostramos por que escolhemos a cidade; para quem tem pressa, um resumo do nosso roteiro está em “Roteiro de viagem: 1 dia em Zagreb – Croácia“. Ou ainda, para aqueles que querem ter uma visão geral de um roteiro de férias pela Croácia, vale a pena ler “Roteiro de viagem: 12 dias pela Croácia“. Bem, de volta a Zagreb!

Chegamos à cidade vindos de Londres – Heathrow. O aeroporto Franjo Tuđman de Zagreb é bem pequeno e tem apenas 4 guichês de imigração. Na ocasião, uma segunda-feira 23h, apenas 2 guichês funcionavam. A fila era grandinha, mas foi rápida pois eles não fazem muitas perguntas. Chegamos de Croatia Airlines, pois eles possuíam uma ampla gama de horários. Isso facilitou bastante para nós, que compramos uma parte das passagens com pontos de fidelidade (SP – Heathrow – SP foi feito com a TAM). A Croatia Airlines tem diversas opções de voos vindos de cidades européias e próximas.

 

Lache bordo croatia airlines.jpg
Para entrar no clima: lanchinho servido no serviço de bordo da Croatia Airlines

 

 

Como o aeroporto fica um pouco distante da cidade de Zagreb e era tarde da noite, não quisemos nos aventurar e tomamos um táxi. Não queríamos ter trabalho, mas há ônibus que te levam à Rodoviária de Zagreb. Em pouco mais de 30 min (eram 16km de distância) e 40 euros (jun/2016) mais pobres, chegamos ao Hotel Esplanade.

Dormimos 3 noites na cidade, mas passeamos de fato apenas 1 dia. No segundo dia fomos aos Lagos Plitvice e só jantamos em Zagreb. O terceiro dia serviu apenas para acordar com tranquilidade, tomar um super café da manhã e deixar a cidade rumo a Pula, a maior cidade da região da Ístria. (Sobre Pula, veja nosso “Roteiro de viagem: 1 dia em Pula – Croácia“, “Pula: uma cidade a ser conhecida” e finalmente “Roteiro de viagem detalhado por Pula – Croácia: 1 dia“.)

Fizemos o roteiro abaixo no primeiro dia de Zagreb. Coloquei todos os nomes possíveis de cada ponto para que seja mais fácil a localização caso vocês tenham acesso a mapas em outras línguas.

Para ver nosso Dia de Lagos Plitvice veja: Roteiro de viagem detalhado por Lagos Plitvice – Croácia: 1 dia

 

mapa roteiro zagreb numerado.jpg

 

 

O marco zero foi o Hotel Esplanade, escolhido por ser central e oferecer conforto a um preço bastante bom (comparativamente ao custo de hotéis nos Estados Unidos ou Inglaterra). É um hotel com arquitetura muito bonita e bastante clássico na decoração interna. Eu não ficaria em outro hotel em Zagreb, apesar do frigobar do nosso quarto não funcionar adequadamente.

 

 

Na hora de fazer a reserva, vale a pena checar os preços com café da manhã. Se contratado à parte, o café da manhã custa incríveis 24 euros por pessoa. Aliás, o melhor café da manhã que já vi: um buffet que ia de comidas típicas ao tradicional bacon com ovo, passando por verduras para atender ao paladar dos asiáticos. Aaahhh, até champagne tinha para aqueles que gostam de começar o dia com mimosas. Além de tudo isso, ainda havia um menu onde você podia pedir itens adicionais totalmente inclusos no buffet. Só o café acho que já é uma atração turística de Zagreb! Caso duvidem, cliquem aqui e leiam com seus próprios olhos.

 

 

Ponto 1: Shopping subterrâneo Importanne – Importanne Centar – Importanne shopping mall

Fica localizado logo ao lado do Hotel Esplanade, embaixo de uma bonita praça com uma fonte de água. Foi nossa primeira parada para trocar euros por kunas. Há pelo menos duas casas de câmbio. Aliás, para quem chega à Croácia, o melhor é trocar o máximo possível em Zagreb: quanto mais turística é a cidade, mas desfavorável é a taxa de câmbio nas casas de câmbio (leia mais em Comércio e Economia: curiosidades sobre a Croácia e os croatas). Também há lanchonetes, supermercado e drogarias. Lojas muito úteis num primeiro dia de viagem! A dica do shopping veio dos funcionários do Esplanade.

 

 

Ponto 2: Jardim botânico de Zagreb – Botanički vrt u Zagrebu – Zagreb Botanical Garden

Logo após trocarmos algumas kunas, começamos a volta pela ferradura verde. O Jardim Botânico fica em uma das bases da ferradura e tem horários de funcionamento variáveis de acordo com o dia da semana e mês. Para saber detalhes, consultem o site oficial deles aqui. É muito bonito e vale a visita. Lembrando que estamos num país cuja população é quase três vezes menor do que a população do município de São Paulo e portanto tem atrações de tamanho reduzido. Entrada gratuita e tempo necessário: cerca de 1 hora para tirar fotos.

 

 

Ponto 3: Ponto de encontro para o passeio aos lagos Plitvice

É um jardim em frente ao museu Mimara. O ônibus entra por dentro do jardim para pegar os hóspedes que agendaram seu passeio através do concierge do Esplanade.

jardim museu mimara zagreb.JPG
É só ficar com cara de turista que o pessoal te encontra para levar ao passeio dos Lagos Plitvice!

 

 

 

Ponto 4: Teatro Nacional da Croácia em Zagreb – Hrvatsko narodno kazalište u Zagrebu (HNK Zagreb) – Croatian National Theatre in Zagreb

Cuidado que nas proximidades tem um outro prédio amarelinho parecido. O Teatro Nacional é grande e imponente. Um prédio belíssimo construído em 1895! Se tiverem a oportunidade, assistam a uma apresentação consultando a agenda de espetáculos no site oficial. Fotos muito melhores e com mais detalhes neste link aqui.

 

 

Ponto 5: Funicular – Uspinjača – Cable car

É basicamente um elevador inclinado que liga a cidade baixa à cidade alta de Zagreb. São 4 kunas cada trajeto (pouco mais de 0,5 euro – junho/2016) e o funicular circula a cada 10 minutos. É considerado o meio de transporte mais curto do mundo (são apenas 66 metros) e um dos mais antigos sistemas de transporte público da cidade. Mais informações aqui.

 

 

Ponto 6: Torre Lotrščak – Kula Lotrščak – Lotrščak Tower

Todo mundo vai te falar dessa torre. Como Zagreb não tem nada de claramente inacreditável (como as muralhas de Dubrovnik ou o litoral de Hvar) eles gostam de indicar a Torre Lotrščak. Fomos porque seria a oportunidade de andar de Funicular e conhecer o marco da cidade (a igreja com o telhado pintado nas cores da Croácia – Igreja de São Marcos). Ainda éramos amadores em relação à Croácia e não estávamos abastecidos com água suficiente. Enquanto meu parceiro ia comprar a água, eu tentava identificar qual seria a torre que disparava o canhão ao meio dia. Bom, era essa torre… hahahhahaha. Segue a foto para vocês não ficarem procurando e perderem esse breve momento. A torre dispara o canhão desde 1877 para marcar o meio dia e, dizem os croatas, para identificar os turistas…

torre-canhao-zagreb
Fiquem de olho nessa torre da foto! Pontualmente ao meio-dia ela identifica todos os turistas da região!

 

 

Ponto 7: Igreja de São Marcos – Sv. Markus – Church of Saint Marcus

Esta é a famosa igreja com o telhado pintado nas cores croatas. Acredita-se que tenha sido construída ainda no século 13. O portal gótico da entrada é considerado o mais rico e valioso do centro-sul da Europa devido à sua composição artística e número de estátuas (15 estátuas em 11 casinhas). As estátuas são de José, Maria, o menino Jesus, os 12 apóstolos e São Marcos com um leão.

 

 

Ponto Bônus: Caminho entre pontos 6, 7 e 8

Acho que aqui cabe um pequeno bônus esclarecendo o caminho que fizemos. É a rota natural que você tomaria, mas para não passar batido como passou para nós, acho legal deixar registrado aqui.

O Museu que sinalizo com uma das flechas é o Museu do Fim dos relacionamentos. Ultimamente ganhou bastante popularidade, por isso resolvi incluir como ponto de possível interesse (30 kunas para entrar – 4 euros – junho/2016).

detalhe-mapa-bonus-zagreb

A segunda flecha eu já achei mais interessante. Parece ser uma coisa meio estranha porque fica um bolinho de gente lá e você não entende muito o porquê. Tem velas, placas e a Virgem Maria. É uma capela construída dentro do Portão de Pedra. Esse Portão de Pedra existe desde 1266 e é um resquício do do muro que circundava a cidade alta de Zagreb (Gornji Grad). Quem quiser saber mais, este link traz bastante informação.

Entre a Igreja São Marcos e o Portão de Pedra fica a farmácia mais antiga de Zagreb: em funcionamento desde 1355!

 

 

 

Ponto 8: Restaurante Lanterna na Dolcu – Restoran Lanterna na Dolcu – Lanterna na Dolcu Restaurant

A idéia de incluir o restaurante no roteiro era ter uma refeição dentro de um porão antigo. O site é muito bonito e o restaurante bem posicionado em relação ao nosso passeio. Almoçamos aqui e a comida era típica croata. Nada fantástico, mas muito bem servida! O site tem até o menu com preços.

 

 

 

Ponto 9: Mercado Dolac – Trznica Dolac – Dolac Market

Um dos marcos da cidade de Zagreb, esse simpático mercado à céu aberto mostra um pouco dos produtos típicos locais, além de dar um gostinho da vida dos croatas. Você vai identificá-lo rapidamente por causa dos seus bonitos guarda-sóis vermelhos.

 

 

Ponto 10: Catedral da Assunção da Virgem Maria (Catedral de Zagreb) – Katedrala Uznesenja Blažene Djevice Marije – Cathedral of the Assumption of the Holy Virgin Mary

A catedral impressiona pelo tamanho: é a mais alta construção da Croácia. Hordas de turistas não permitem que você passe desapercebido por ela. Foi construída em 1217 com arquitetura gótica e que após várias reconstruções mantém o estilo neo-gótico.

 

 

 

Ponto 11 : Praça Ban Jelačić – Trg Bana Jelačića – Ban Jelačić Square

Uma praça ampla onde o agito acontece! Mesas de restaurantes, muitas pessoas e lojas. Um bom lugar para passar um tempinho vendo as pessoas e fazendo comprinhas!

 

 

Ponto 12: Praça Nikole Šubića Zrinskog (Praça Zrinjevac) – Trg Nikole Šubića Zrinskog – Nikola Šubić Zrinski Square

Uma das alças da ferradura verde. É uma praça bastante agradável com bancos, fontes de água e até um coreto! Parece até que estamos no interior! Providencial para quem está retornando do centro da cidade e quer dar uma paradinha para descansar. Tem até uma coluna (parece uma cabine telefônica) feita de mármore da Ístria que costuma dar informações sobre umidade e temperatura (não é usada oficialmente pois não obedece os padrões estabelecidos pela organização mundial de meteorologia).

 

 

Ponto 13: Academia croata de ciências e artes – Hrvatska akademija znanosti i umjetnosti (HAZU) – Croatian Academy of Sciences and Arts

Fica no parque Josipa Jurja Strossmayera. Me arrependi de não ter entrado. Pelo que vi em fotos no site oficial, o lugar é belíssimo, tanto por dentro quanto por fora. É um prédio de 1866 e antigamente era a Academia Iugoslava de Ciências e Artes. Mais informações você encontra aqui.

 

 

Ponto 14: Pavilhão de arte – Umjetnički paviljon u Zagrebu – Art Pavilion in Zagreb

É um prédio de 1898 e é considerada a galeria de arte mais antiga do Sudeste Europeu. Foi especialmente construída para sediar exposições de grande escala. Outro prédio que parece valer a pena a visita interna.

 

 

Ponto 15: Restaurante Stari Fijaker 900 – Restoran Stari Fijaker 900 – Stari Fijaker 900 restaurant

Este foi o restaurante do jantar do segundo dia de Zagreb. Como a ideia é que você faça o roteiro de Zagreb em 1 dia, então os restaurantes ficam como opcionais: ou este ou o restaurante localizado no ponto 18 mais abaixo. Nós ficamos 2 dias porque incluímos lagos Plitvice em nosso roteiro. Voltamos do passeio dos lagos Plitvice, ainda demos uma voltinha nas praças da cidade e tomamos um banho antes de sair para jantar. Apesar do restaurante apontar atendimento até as 23h, recomendamos chegar mais cedo. Era um dia de semana e talvez por isso o movimento fosse menor. O site e as resenhas impressionam bastante, por isso optamos por colocá-lo em nosso roteiro. Quando chegamos, os únicos clientes éramos nós e uma mesa localizada em algum ponto do restaurante (não conseguíamos ver onde, só ouvíamos as vozes). Pensei: puxa, será nosso primeiro programa furado da viagem… Pedimos os pratos e, enquanto esperávamos, as outras pessoas deixam o restaurante e parte das luzes se apagaram! Definitivamente éramos os últimos clientes. Mas nem por isso o garçom nos atendeu de má vontade. Agora quando chegaram os pratos… Esquecemos toda má impressão da baixa popularidade do restaurante e provamos algo que seria alçado à categoria dos pratos inesquecíveis: um cozido de carne (Slavonian shepherd’s stew) de lamber até a panela (literalmente e prontamente feito, já que não tinha ninguém olhando mesmo… em tempo, feito com o pãozinho que eles sempre trazem à mesa… rs).

 

 

Ponto 16: Sorveteria Vincek – Slastičarnica Vincek – Vincek ice-cream

Ulica é rua em croata. Localizado na Ulica Ilica, 18 em Zagreb, este foi o melhor sorvete que provei em toda a Croácia. Doçura, cremosidade e sabor nos pontos exatos! Fica aberto até tarde (infos aqui) e me arrependi de não ter provado as outras delícias que a, na verdade doceria, oferecia. A rua é muito bonita, com lojas e bem movimentada de dia e noite. Vale o passeio depois do jantar! Peça para os atendentes de sugerirem sabores: você não irá se arrepender! Só tome cuidado com o tram (espécie de bonde) que passa no meio da rua e é muito silencioso. Vou deixar a foto da rua porque do sorvete não deu tempo de tirar a foto!

ilica-zagreb-croacia
Rua Ilica no centro de Zagreb: procure a sorveteria Vincek e não irá se arrepender!

 

 

Ponto 17: Museu Mimara – Musej Mimara – Mimara Museum

Mais um deslumbre com os prédios de Zagreb. Desta vez um exemplo de arquitetura neo-renascentista de 1895. As construções de prédios públicos são bastante imponentes e bonitas. Não visitamos o museu por dentro. Para quem quiser, os horários de entrada variam (basicamente entre 10h e 19h) e é possível fazer uma visita virtual através do site oficial do museu Mimara.

 

mimara-museu-zagreb
Museus, estilos arquitetônicos e jardins para todos os gostos em Zagreb!

 

 

 

Ponto 18: Restaurante Vinodol – Restoran Vinodol – Vinodol restaurant

Esta foi a escolha do primeiro jantar. Como tínhamos mais tempo, decidimos ir neste restaurante mais moderninho e jovem. Aqui foi nosso primeiro choque com a realidade croata: pode-se fumar mesmo em ambientes cobertos (nos salões fechados eu não vi ninguém fumando, mas na área coberta, era permitido) como varandas de restaurantes e bares (leia mais em Modo de vida e costumes: curiosidades sobre a Croácia e os croatas). A vitela na peka era o carro chefe, mas devido ao horário (21 – 22 horas já é considerado tarde para eles, apesar de continuarem em animadas conversas) já havia esgotado. Boa comida e ambiente jovem e animado (não é uma balada, mas para quem quiser algo mais descontraído, basta escolher uma das mesas externas). Acho que atende bem todos os públicos: de famílias que querem tranquilidade à jovens.

 

 

Ponto 19: Rodoviária de Zagreb – Autobusni Kolodvor Zagreb – Zagreb’s bus station

É um prédio de 2 pisos com algumas lojas. As plataformas de embarque são acessíveis através de escadas que ligam o primeiro andar ao andar térreo de forma individual (diferente da rodoviária de São Paulo, por exemplo, em que as escadas dão acesso ao setor de plataformas que ficam enfileiradas uma ao lado da outra). As bilheterias ficam reunidas num saguão e há até um guichê em que você pode pedir informações. Para não ter erro, consulte sempre o site oficial e chegue com detalhes em mãos.

 

 

Ponto 20: Estação de trem de Zagreb – Zagreb Glavni kolodvor – Zagreb’s train station

Nem chegamos a passar pela estação de trem. Por recomendação do concierge do hotel Esplanade optamos pelo uso do ônibus para nos deslocarmos entre Zagreb e Pula. Mas fica a indicação caso alguém opte por fazer o roteiro usando trens. Neste site dá para ter uma ideia de como você consegue chegar a Zagreb usando trens. Já este site aqui parece ser a principal companhia ferroviária atuante da região.

 

 

Como podem ver, visitamos os museus apenas por fora, observando a arquitetura exterior. Nossa prioridade para a cidade de Zagreb foi andar pelas ruas e observar a arquitetura, um pouco do dia a dia para nos ambientar com o país e finalmente mergulhar na gastronomia croata. Poderíamos muito bem ter assistido a um espetáculo no teatro nacional ou vagueado algumas horas pelos museus, mas estávamos um pouco cansados do ritmo frenético pré, durante e pós casamento. Para quem estiver com energia e tempo, recomendo fortemente incluir programas culturais, pois é uma forma de enriquecer a viagem e levar com você um pouco mais da cultura da Croácia. Verifiquem também se, caso seu programa seja extenso (entrar em museus) e seus deslocamentos pela cidade exijam transporte público, se não vale a pena adquirir o Zagreb Card. O Zagreb Card funciona como um passe limitado pelo tempo. Há o Zagreb Card de 24 horas (98 kunas – 13 eu) e o de 72 horas (135 kunas – 18 eu).

Para aqueles que puderem, gastem mais 1 dia em Zagreb pelo menos para fazer Lagos Plitvice.

Lagos Plitvice foi um dos pontos alto de nossa viagem, mas você não precisa necessariamente ficar em Zagreb para visitá-los. Consideramos 3 cidades (Zagreb, Split e Pula) para ficar e visitar os Lagos Plitvice, mas Zagreb era a que apresentava a menor distância e melhor tempo de viagem: são 130 km feitos em 2 horas de carro. Além disso, a hospedagem em Zagreb era a de melhor custo-benefício e, por ser a capital do país, contava com diversas opções de excursões. No post “Roteiro de viagem detalhado por Lagos Plitvice – Croácia: 1 dia” você confere os detalhes de nosso day tour e muitas informações técnicas para você programar sua visita a este lugar que é considerado um dos patrimônios naturais da humanidade pela Unesco.

 

Para quem quiser fazer outros programas nas proximidades de Zagreb, considerem ler “E se a gente fosse… visitar o maior sítio arqueológio de Neandertais do mundo?“.

Enfim, Zagreb é uma cidade que vale seu dia de turismo pela Croácia. Ela está bem preparada para receber turistas com excelentes restaurantes e uma boa gama de programas culturais.

Update: Para quem quer mergulhar fundo na cidade, segue abaixo o mapa turístico que pegamos no hotel Esplanade.

 

 

 

E você? Já foi a Zagreb? Recomenda algum restaurante ou programa diferente? Deixe sua dica!

Nosso próximo destino foi Pula – Croácia: uma cidade a ser conhecida!

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: